sábado, 30 de novembro de 2013

Jr Friboi precisa de um desconfiômetro

José Batista Júnor, o Jr Friboi, ex-sócio da JBS-Friboi, a maior empresa em processamento de proteína animal do mundo, encasquetou que quer ser Governador de Goiás. Dizem por aí, que a JBS só chegou onde está pela benevolência do BNDES e pela sonegação millionária de impostos. Fora do comando da empresa, Jr Friboi vem brincando de ser político, num amadorismo de dar dó aos mais caricatos coronéis da política brasileira. O "homi" acredita que por ter dinheiro, pode tudo, dando provas, incontestes, de que a época do "curral eleitoral" continua viva na sua cabeça. Talvez compre um ou outro deputado do PMDB e pavimente sua candidatura ao posto maior de Goiás. Não terá, contudo, o sufrágio do povo goiano. A época de se fazer política com Chapéu de couro na cabeça, dando mostras de um poder que não tem, ficou pra trás. Jr Friboi deveria pegar sua mula e ir cantar noutra freguesia, pois seu insano desejo de querer ser governador acaba beneficiando, tão somente, o rei que aí está, outro insano que quer a reeleição para acabar de afundar Goiás. 

Denício Trindade, coordenador do PUAMA, justifica sua permanência à frente do Projeto


Em resposta ao artigo publicado neste espaço, com o título "Sai daí, Denício Trindade", o nobre vereador enviou-nos a carta abaixo, a qual publicamos na íntegra. Reafirmamos nossa estima e respeito pelo cidadão, político e administrador Denício Trindade. 


Caro amigo Cloves Reges, bom dia.

Primeiramente, gostaria de agradecer os elogios a minha pessoa. Conheço-lhe bem e a toda a sua família e tenho o maior respeito e apreço por você. Ao assumir a pasta do Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns, sabia que teria um desafio enorme pela frente. Uma obra desta envergadura se encontrava paralisada e aceitei o convite do prefeito Paulo Garcia para conduzir o distrato com a Emsa, empresa que venceu a primeira licitação, e que havia parado as obras. Ao assumir o cargo, reafirmo que não aceitei UPV’s em meu cargo tampouco para minha chefe de gabinete.

Depois de muitas negociações por parte de minha secretaria, conseguimos realizar o distrato sem que terminasse em imbróglio jurídico, o que, certamente, faria com que a obra se tornasse outro Centro de Excelência (Estádio Olímpico), que ficou parado por mais de 10 anos, ou mesmo outro Aeroporto, que ficou por mais de 7 anos paralisado, até que empresa e MP entraram em acordo, dentre outras obras que estão paradas há anos na cidade de Goiânia. 

Isso somente foi possível por conta do esforço de todos os funcionários desta secretaria, que, mesmo com a paralisação das obras, continuam trabalhando com afinco, já que as demais ações necessárias ao andamento do Programa estão em pleno seguimento, visto que a execução do Puama não se limita à construção dos parques previstos. 

O Programa prevê uma série de outras ações que visam à melhoria da mobilidade urbana; recuperação ambiental nas áreas degradadas; regularização fundiária; melhoria da infraestrutura dos bairros dentro da área de abrangência do Programa e melhoria da qualidade de vida da população diretamente afetada pelo Puama.

Reitero que meu trabalho frente ao programa continua de forma séria e comprometida e, como missão que aceitei, buscarei incansavelmente o reinício das obras dos parques em si, deixando minha contribuição como cidadão e como parlamentar a esta capital que me acolheu desde criança e que aprendi a amar desde pequeno.

Luiz Carlos Lopes é vítima dos #COVARDES das redes sociais

Alerta aos amigos e amigas

Caros amigos e amigas. Sempre ocupei esse espaço para levar uma mensagem de justiça, respeito, amizade, fé em Deus e nos princípios morais. Mas hoje, gostaria de alertar a todos que podem, um dia, se transformar em vitimas de fakes criados para atacar as pessoas, de forma covarde e traiçoeira. 

No dia 26 de agosto, surgiu um determinado cidadão no twitter e no face com o nome de Carlos Espinosa, nascido no Paraguai, pelo menos está assim no Face, e residente em Goiânia.
No Face, o dito não produziu mensagem alguma. Já no twitter, Carlos Espinosa (@cespin2013) se diz morador de Aparecida de Goiânia e escreveu apenas 27 textos, todos relacionados à minha pessoa.

Por incrível que pareça, Carlos Espinosa, pelas mensagens do twitter, demonstra ser um conhecedor das relações pessoais no Condomínio Jardins Florença, onde moro, o que ele chama de “comunidade”, inclusive usando informações privilegiadas do ciclo de amizades que tenho.

Já pedi investigação sobre o caso, por ter fortes suspeitas de quem está por trás de tudo isso. Quero a confirmação de que se trata realmente de um fake ou se a determinada pessoa realmente existe, mesmo as evidências apontando para outro caminho.

Digo apenas que não deixarei de combater as injustiças, a falta de caráter e a traição. Estarei sempre lutando para que a verdade seja evidente em nossas vidas. Tais questões só nos dão ânimo para seguir adiante e reforçam a certeza de que nossas escolhas foram as melhores.

Em época de política, muitos utilizam de subterfúgios para atacar as pessoas por não ter coragem de enfrentar os problemas. São injustas, fracas de espírito e de caráter. Tenho pena! Mas 2014 está aí e muita coisa pode ser mostrada.


Observação: Na verdade Lopes fez o alerta como pessoa integra, mas quem o conhece sabe da sua conduta, assim como todos nós sabemos de onde saem esses fakes que atacam covardemente.

JORNAL OPÇÃO COXINHA

JORNAL OPÇÃO COXINHA

Por Caius Brandão

Não basta fazer propaganda para os políticos do PSDB. Agora, o JORNAL OPÇÃO também faz propaganda para point de mauricinhos e patricinhas... e ainda chamam isso de jornalismo? Enterraram a ética e transformaram o jornalismo em excremento propagandista da elite. O povo? Que povo? A elite tem ojeriza do povo.

Quanto vale a dignidade de um jornalista?

TORPEDO DESMENTE GUSTAVO PERRELA


O advogado Nicácio Pedro Tiradentes, defensor do piloto Rogério Almeida Antunes, preso no último domingo (24) acusado de transportar 450 kg de cocaína em um helicóptero, afirmou que o deputado estadual Gustavo Perrella (Solidariedade-MG), proprietário da aeronave, foi avisado sobre o voo em que a droga foi levada. Um torpedo confirma a versão do advogado do piloto. O advogado de Perrella disse, no entanto, que o deputado desconhecia a natureza do frete. Reportagem exibida no SBT Brasil. 

FONTE:P10

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Fabiana Pulcineli, jornalista de O Popular, diz que o blog Goiás24Horas é feito por "gente do esgoto".

Abespinhada com pergunta do tuiteiro @higorgyn28 a jornalista Fabiana Pulcineli foi curta e grossa: "... responder site fake feito por turma do esgoto, sinto muito mas sequer leio. abs". 
vejam o diálogo:

O blog te fez uma pergunta e fiquei curioso com a resposta, quanto a OJC recebe de publicidade do governo de GO!?

Graças a pedido feito por mim pela LAI esses dados estão no site da Agecom pra qualquer um ver. E já falei aqui várias vezes.
Agora responder site fake feito por turma do esgoto, sinto muito mas sequer leio. Abs.

Marido da Marina Silva e Roseana Sarney são acusados pelo MPF de irregularidades na extinta Sudam

No debate da Record, a candidata Marina Silva acusou Dilma falando em escândalos de corrupção.
Mas Dilma respondeu à altura dizendo que se comportou na Casa Civil, da mesma forma que Marina se comportou no Ministério do Meio Ambiente, pois Marina também teve casos de corrupção na venda de madeira ilegal no período em que esteve no ministério, e teve que afastar funcionários.
Quando acusa, a Marina se esquece de que o seu marido que, no mesmo processo que a Roseana Sarney, é acusado pelo Ministério Público Federal por irregularidades na extinta Sudam. Veja mais abaixo o processo no STF.
Essas informações foram publicadas no blog do ex-governador do Maranhão José Reinaldo Tavares:
“O técnico agrícola Fábio Vaz de Lima, casado com a ex-ministra Marina Silva, tem algo em comum com a senadora Roseana Sarney: é acusado de irregularidades na extinta Sudam. Lima e Roseana teriam beneficiado ilegalmente a Usimar em São Luis, com recursos do Fundo de Investimentos da Amazônia. O processo, com onze volumes, envolve também o marido de Roseana, Jorge Murad.
Esse foi um dos maiores escândalos do governo de Roseana, embora longe de ser o único. E o sistema Mirante nunca falou disso. Ficou caladinho. O número do Protocolo é 2004/39053 e a data de entrada noSTF é de 13/04/ 2004. O número do processo é 200137000080856 e a origem é o Maranhão. São 11 volumes com 3097 folhas e 19 apensos. O requerente é o Ministério Público Federal. São muitos os requeridos e, entre eles, Roseana Sarney Murad e Jorge Francisco Murad Junior.
Lembram-se da Usimar? Era para ser uma grande indústria de fundição. O valor aprovado foi de mais de R$ 600 milhões. E a Roseana para garantir a aprovação do projeto contra o parecer dos técnicos da Sudam.

exigiu que a reunião da Sudam fosse realizada aqui onde o projeto acabou aprovado, sob pressão da governadora. A Sudam chegou a liberar R$ 40 milhões que sumiram sem explicação. Só ficou um calçadão no local. Está indo bem devagar, mas deve andar. (...)”
O trecho de texto acima diz que o valor aprovado foi mais de R$ 600 milhões. Mas, na placa colocada no canteiro da obra diz que o valor é de R$ 1.380.054.840,00. Veja neste link a foto do local, completamente abandonado, com o valor da obra na placa.

Curiosidade:

Veja que na mesma relação do STF dos acusados pelo MPF de improbidade administrativa, além do nome da Roseana Sarney e do Alexandre Firmino, marido da Sra. Lina Maria Vieira, está o nome do técnico agrícola Fábio Vaz de Lima, marido da Sra. Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima ou ex-Ministra Marina Silva e candidata à presidência:
“PROCEDÊNCIA
Número: PROC/200137000080856
Orgão de Origem: SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
Origem: MARANHÃO
Volume: 11 Apensos:19 Folhas:3097 Qtd.juntada linha: 0
SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
Ramo do Direito
Assunto:DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO
Atos
Administrativos.Improbidade Administrativa
Folhas 3097
Data de Autuação 19/04/2004
PARTES
Categoria Nome
REQTE.(S) MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
REQDO.(A/S) ROSEANA SARNEY MURAD (…)
REQDO.(A/S) FÁBIO VAZ DE LIMA (…)
REQDO.(A/S) ALEXANDRE FIRMINO DE MELO FILHO”
O STF enviou o processo para a Vara Federal do Maranhão em 09/09/2008.
Mês que vem fará um ano que o processo está parado no Maranhão:
“Guia: 11344/2008
Data de Remessa: 09/09/2008
Data de Recebimento: 09/09/2008

FONTE: Terror do Nordeste

EDUARDO CAMPOS, RASGANDO A BOCA NO ARAME

Quem está rasgando a boca no arame é o presidenciável Eduardo Campos, o cidadão desde que formou quadrilha com a suposta ambientalista e inimiga numero 1 dos salões de beleza, Marina Silva vem despencando nas pesquisas e tendo seu nome citado em todas anedotas que envolvem homem que mulher manda.
Eduardo Campos nunca sonhou que essa escolha fizesse tão mal, pois trocou o caráter e retidão de Ronaldo Caiado pela arrogância e hipocrisia da senhora seringueira do Acre a mesma que o esposo é acusado de irregularidades na SUDAM.
O candidato de Pernambuco a presidência do Brasil deu um tiro de bazuca nos dois pés ao convidar Marina Silva para ser sua vice, acho que isso não vinga...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

No Estado de Perillo: Policial Civil é morto ao reagir a assalto.

O policial civil, Marcondes Luiz Cavalcante Silva, 56 anos, não verá o fim da luta de sua classe, a qual, há mais de 70 dias, enfrenta o poderio de um Governo tirano e cruel com a categoria e, por conseguinte, com a população goiana. Marcondes foi assassinado enquanto aguardava sua filha, em frente ao CAIS Vila Nova. Foi mais uma vítima da omissão do estado que defendeu. Teve sua vida ceifada pela bandidagem que impera no estado, sobretudo pela falta de ação e vontade política de Marconi Perillo. Marcondes, o quase xará do governador, morreu vítima de uma raça que combatia diuturnamente em nome do estado de Perillo. É mais um homicídio a ser creditado na conta do Governador negligente. Marcondes, o policial, não foi reconhecido por Marconi, o Governador, enquanto viveu defendendo o povo de bem de Goiás. Com certeza não o será "in memoriam", pois até os Policiais que ainda vivem, agonizam sem o respeito e reconhecimento do pior governo da vida dos goianos. 

"Vídeo mostra conversa entre o deputado Rubens Otoni e Carlinhos Cachoeira

Usando a tática do "Joãozinho Sem Braço", aquela de "fazer de conta que não é comigo", esperando o tempo passar, achando que isso apaga sua conduta "cachoeirística", o Deputado Rubens Otoni age como se fosse o mais puritano dos políticos goianos. De memória curta e consciência menor ainda, tem sido um dos defensores de que o PT alce vôo solo, ou que no mínimo seja cabeça de chapa, nas eleições majoritárias de 2014 em Goiás, pregando, em outros momentos, ainda que timidamente, o fim da aliança PT-PMDB. Otoni faz de conta que aquele encontro com Cachoeira, onde aparece pedindo dinheiro para campanha, nunca existiu. Mas aconteceu! Rubens Otoni faz parte da "turma" que recorria a Carlos Cachoeira para seus propósitos políticos. Obviamente, em política, favor com favor se paga. Será que Cachoeira já cobrou todos os favores que Rubens Otoni lhe deve?

MARCONI só tem dinheiro pra farras?


É Governador MARCONI incompetente, mais de 70 dias de Greve a Polícia Civil... e o abacaxi na mão dele. Dinheiro para pagar Atriz famosa tem; Dinheiro para pagar cantor famoso tem; Dinheiro para pagar campanhas de publicidade com um carro novinho todo plotado Goiás afora tem; Será que esses gastos são feitos com o dinheiro do contribuinte? Um Bom Gestor resolve os problemas de uma forma ou de outra, um Mal ignora e radicaliza. E Nós, a população que paga o preço.

Por: Carlão Santa Cecilia

Marconi Perillo X Policia Cívil , Vejam as promessas e quem o rodeia...

Marconi Perillo como o de costume, ludibriando as pessoas, prometendo e pra fechar, NÃO CUMPRINDO!
Espero que não só os policiais civis, mas todos os funcionários públicos de Goiás fiquem atentos ao moço de fala fácil, que consegue passar o mel na boca de todo mundo e depois....

Fica uma pergunta para a reflexão de todos: "Se Marconi Perillo tem o direito de disputar uma reeleição e já esta destruindo funcionários e o cidadão, o que ele não vai fazer depois que se reeleger e não poder mais se candidatar? Pense Nisso!


video

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

O Blog Goiás24Horas dá tiro no pé!


Não tem jeito! Num determinado momento o bajulador, o tendencioso, acaba se rendendo à razão. O site Goiás24Horas, tido como site chapa-branca, vive tripudiando de personalidades políticas goianas e até de pessoas comuns. Nessa postagem da foto, chamam de "mais uma mentira dos petistas que dizem que Delúbio foi absolvido das denúncias de peculato e de abandono de cargo". São taxativos: "o que houve foi prescrição". Eu concordo plenamente!! A Prescrição tão somente livra o meliante da cadeia, dada a incompetência do estado em punir. Não muda o mérito da condenação. Mas, "pau que bate em chico deveria bater em francisco". Dessa mesma aberração jurídica se beneficiou Jardel Sebba, amigo do rei e ídolo do dono do Blog24Horas, Cristiano Silva. Jardel foi condenado pelo TRF-1ª Região pelo crime de Estelionato (Art. 171 do CPB). Beneficiou-se da prescrição e foi ser Prefeito de Catalão. Um absurdo, que, porém, não muda o rótulo do prefeito catalano: Jardel, no mérito, foi considerado um estelionatário. A prescrição não abduz o crime! Parabéns, Cristiano Silva, pela sua análise: tanto Delúbio quanto Jardel safaram-se da cadeia por incompetência do Estado!

Burrice ou falta de respeito?

Ruy Barbosa (1849-1923), disse certa vez:
"Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que burrice é uma ciência". Foi exatamente o que me ocorreu hoje. 18:30h, o trânsito no seu momento de pico total, eis que me deparo com um caminhão de coleta de lixo da Prefeitura de Goiânia, no pleno exercício de sua atividade. O resultado não poderia ser outro, e logo uma grande fila de carros se formou atrás do caminhão do lixo. É inacreditável que os responsáveis pela escala de coleta de lixo na capital, não tenham dado conta de que é incompatível um caminhão recolhendo o lixo em pleno horário do trânsito mais tumultuado do dia. Será que esse pessoal da Comurg, cujo salários chegam a ser maiores que os dos Ministros do STF, são os gênios da burrice que a ciência não explica?

O Golpe do Mensaleiro "Capitão Geno Hino"

Sem medo do rídiculo e sem-vergonha, abusando da boa-fé dos brasileiros de bem, ao ser mandado pro xilindró por ocasião de sua condenação por corrupção ativa e esperando o julgamento de recurso da sentença que o condenou também por formação de quadrilha, José Genoíno, o mensaleiro deputado, posou de herói, ou melhor de super-herói, quando rumava para sua nova residência nos próximos 6 anos e 8 meses. Enrolado num lençol que lhe servia de capa, talvez intitulando-se o "Capitão Geno Hino", o deputado bandido tentou induzir o cidadão de bem ao erro. Inventou uma doença que, agora, os médicos atestam que não existiu. "Geno Hino" tá bem e pode sim continuar cumprindo a pena imposta pelos seus crimes. O tempo é senhor da história. Descobre-se agora, que José Genoíno, ladrão do erário no esquema do Mensalão, nunca foi o herói que propagava na "Guerrilha do Araguaia". Dizem que traiu seus companheiros. De fato, um herói jamais compurscaria sua biografia metendo a mão no erário. "Geno Hino", além de corrupto é farsante e mentiroso. 


A Culpa é sua Marconi Perillo!

O resultado ridículo da educação pública no ENEM é culpa do Marconi Perillo, mas os verdadeiros responsáveis somos nós CIDADÃOS.

São aqueles que votam nesse tipo de governante que sucateia a educação,
São aqueles que não participam das reuniões de pais e mestres das escolas dos filhos,
São aqueles que não participam e fiscalizam as contas públicas do município sobre os recursos do FUNDEB,
São aqueles que acham que a escola é depósito de crianças e adolescentes,
São aqueles que creem que seu filho está sempre certo e os professores estão sempre errados.
Enfim, a culpa da EDUCAÇÃO goiana estar a agonizar é de TODOS NÓS!



UÍSQUE, PNEUS, IMPORTADOS,PICANHA E LICENÇA AMBIENTAL

"É o caso da prefeitura de Goiânia, onde servidores foram flagrados revertendo multas da Agência Municipal de Meio Ambiente em compensações ambientais, que, por sua vez, eram “quitadas” com peças de picanha, garrafas de uísque e até pneus. Tudo estava registrado em documentos apreendidos na agência durante operação do Ministério Público e da Polícia Civil em janeiro deste ano, segundo o promotor de Justiça Juan Borges Abreu.
Um dos casos apareceu no relatório de sindicância aberto pelo município.
“O TCA (Termo de Compromisso Ambiental) celebrado para a empresa Tarumã Pneus foi executado e foi atestado o recebimento dos bens pactuados que eram 21 pneus, porém, nenhum dos ouvidos soube informar a destinação dos mesmos”, diz o relatório.
— Era um descalabro. Não era esquema para enricar, mas não deixa de ser corrupção. Estamos falando de servidores com dez anos de carreira e salário de R$ 10 mil — diz o controlador-geral da prefeitura de Goiânia, Edilberto Dias.


Por: Djalma Araújo

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Lênia Soares e a liberdade de dizer a verdade.

Promessa do Jornalismo Político de Goiás, de escrita fácil, textos objetivos, daqueles que desnudam a verdade dos fatos, Lênia Soares (foto), blogueira do Diário de Goiás, brindou-nos, a todos nós goianos, com artigos coerentes, capazes de levar-nos à reflexão da situação política do estado, mostrando, com clareza, as inúmeras artimanhas do Governador Perillo no seu maior projeto de Governo: a enganação. Perólas como "Glória Pires interpreta vilã em Goiás", ou Bateu levou – “Canalha é quem loteia o governo com indicações do Cachoeira”, devolve Rui Falcão a Marconi, foram algumas "obras primas" de Lênia. Boa de "pena" e corajosa, a moça não se fez de rogada quando o "governador geral da província de Goyaz", em sua sanha de processar todo mundo, levou-a ao Tribunal, numa tática mesquinha de calar-lhe a voz. Sem medo, a Jornalista fez o que de melhor sabe fazer: escreveu! Mostrou ao País quem era Marconi, num texto preciso e genial: Marconi, não quero ser notícia. A notícia é o senhor. Isso tudo num tempo em que o Diário de Goiás era livre. Uma pena que não podemos mais desfrutar desse talento jornalístico. 

Assembléia Legislativa de Goiás: uma Instituição desmoralizada!

Em decadência moral desde os primórdios do famigerado "Tempo Novo", a Assembléia Legislativa de Goiás alcança o fundo do poço. O poder que se rendeu ao poderio de Perillo, que se submeteu ao jugo do mandatário mor de Goiás, sabe-se lá por que, protagoniza o momento mais rídiculo de sua existência. Com o Plenário ocupado pelos policiais civis em greve, os quais há mais de 70 dias tentam valer seus direitos, os Deputados goianos, dando azo a subserviência ao governador e numa demonstração de covardia de dar inveja ao casal Nardoni, preferiram ir "cantar" noutra freguesia à intermediarem uma negociação dos policiais com o governo. Num auditório do Tribunal do Juri do TJ/GO, reunem-se para ouvir a cantilena de Túlio Isac e cia. A conclusão a que chegamos é que essa legislatura da ALEGO, de fato, não faz falta a ninguém.

VANDERLAN CARDOSO BATE O PÉ E DIZ QUE NÃO SE RENDE A MARCONI OU IRIS, SERÁ?


Mesmo depois de perder dois importantes aliados, o DEM de Ronaldo Caiado e o PDT de Flávia Morais, o empresário Vanderlan Cardoso (PSB) não recua de seu projeto de disputar, pela segunda vez, o governo de goiás. Assim, não aceita sentar- se á mesa com o governador Marconi Perillo (PSDB) ou com o ex governador Iris Rezende (PMDB) para discutir uma provável candidatura a vice governador. Além do PSB, Vanderlan conta hoje com o PRP de Jorcelino Braga e com o PSC de Joaquim Jacinto de Lima. O empresário iniciou conversações com o Solidariedade,do deputado federal Armando Vergilio.

Por: Carlão Santa Cecilia

DEFENSOR DOS DIREITOS HUMANOS??? KKKK CONTA OUTRA...


Tem deputado tão hipócrita que nem fica vermelho em dizer que defende direitos humanos e é contra a exposição midiática de quem quer que seja. O deputado , vergonha na cara é algo que lhe falta, pois na hora em perseguir militares , pais de família, expondo-os e gerando perdas a seus filhos vossa senhoria não poupa sua perversão.

Aniversário do Prefeito de Goiânia? Parabéns Osmar Magalhães

Hoje a capital petista de Goiânia amanheceu em festa, aniversário do prefeito de Goiânia, não do prefeito eleito de direito, mas do prefeito de fato, o moço que manda no PT e em todos os políticos petistas, o moço que destruiu a administração de Pedro Wilson e que caminha a passos largos para detonar a administração de Paulo Garcia.
Osmar Magalhães é sabido por todos que é o grande cacique do PT, ele quem administra quem escolhe secretários, que exonera e contrata, o cidadão que só não faz chover, mas fecha o tempo mole no Paço.

Dono de uma arrogância conhecida por todos, o então prefeito de fato, não conhece o significado da palavra humildade e nepotismo, é mal quisto no meio, e por fim teve seu nome e da esposa mencionado no jornal O Popular em situação que precisa e será investigada pelo Ministério Público de Goiás.

FONTE: 247

MAIS FESTAS


É Governador Marconi apesar de oficialmente suspensos, os shows bancados pelo governo continuam. A Goiás turismo pagou pelas apresentações da companhia do Calypso em Santa Tereza e da dupla Di paulo e Paulino em Itapirapuã no feriado de 15 de novembro. Ao custo total de R$ 130 mil (Cento e trinta mil reais). 
Avança Goiás!

Por: Carlão Santa Cecilia

Uma cicatriz venenosa na Amazônia

Em poucos dias, as autoridades paraenses podem dar a uma empresa mineradora do Canadá autorização para construir uma enorme mina de ouro a céu aberto, que poderá injetar toneladas de produtos químicos venenosos no coração da Amazônia. Mas nós podemos impedir esta corrida colonialista do ouro em pleno século XXI.

Para extrair os metais preciosos, córregos tóxicos de cianeto, arsênio e montanhas de resíduos químicos serão despejados no rio Xingu, podendo contaminá-lo totalmente. Esta megamina é tão arriscada que o próprio Ministério Público Federal está exigindo que as autoridades neguem a concessão da licença. Mas mesmo assim as autoridades no Pará pressionam pela aprovação, esperando que consigam fazê-lo antes que o país inteiro descubra. Vamos soar o alarme agora e impedir este projeto venenoso.

A não ser que façamos algo, a autorização pode ser concedida em questão de dias. A empresa canadense terá um enorme lucro às custas dos nossos rios e da destruição de comunidades indígenas que estão nos arredores. Vamos nos unir e mostrar ao presidente do Ibama, Volney Zanardi Júnior, que o país demanda sua intervenção para impedir que seja dada uma injeção letal na Amazônia.

Planejada para ser construída a apenas alguns quilômetros de Belo Monte, a Belo Sun Mining Corporation, empresa baseada em Toronto, afirma que sua nova mina vai ajudar as comunidades indígenas, impulsionando a economia local, e ajudando a financiar novas escolas e hospitais. Mas o relatório de impacto inicial da mina estava repleto de irregularidades, e foi produzido sem qualquer consulta aos povos Arara e Juruna que vivem nas proximidades – uma violação direta da Constituição brasileira.

A hidrelétrica de Belo Monte já está causando grandes transtornos na região – grupos indígenas ocuparam várias vezes o canteiro de obras e dezenas de processos questionam sua legalidade. Esta nova mina de ouro, obviamente, criará alguns postos de trabalho, mas o custo é muito alto, prejudicando ainda mais o delicado ecossistema da região, e canalizando a maioria das centenas de milhões em lucros para os bolsos de um consórcio de empresas privadas. Numa época pré-campanha eleitoral, com Dilma provavelmente enfrentando a oposição de candidatos verdes, como Marina Silva, essa mina poderia ser uma pedra no sapato – uma pedra da qual ela vai preferir se livrar, se pressionada.

O processo de concessão está acontecendo silenciosamente, e ainda não se tornou uma prioridade política. Nós podemos mudar isso com um enorme apelo para impedir esta devastadora conquista do ouro no coração da Amazônia. Assine agora: 

http://www.avaaz.org/po/uma_mina_de_ouro_na_amazonia_full/?bAOrfeb&v=31541

Desde a estreita colaboração com o povo Guarani-Kaiowá para evitar sua expulsão das terras de seus ancestrais, até o apoio aos protestos dos povos indígenas contrários a Belo Monte, a nossa comunidade no Brasil está consistentemente na linha de frente da luta para proteger o nosso planeta dos interesses gananciosos daqueles que o colocam em perigo. Hoje não será diferente. Vamos impedir essa mina na Amazônia agora.

Mais informações:

Organizações da sociedade civil se mobilizam contra licenciamento de mineradora no Xingu (Instituto Socioambiental)
http://www.socioambiental.org/pt-br/noticias-socioambientais/organizacoes-da-sociedade-civil-se-mobilizam-contra-licenciamento-de-mineradora-no-xingu

Para instituto, mineradora desconsidera população indígena do Xingu (Rede Brasil Atual)
http://www.redebrasilatual.com.br/ambiente/2013/10/exploracao-de-minerio-de-ouro-na-regiao-do-xingu-e-feita-de-forma-irregular-3312.html

Promotores brasileiros tentam impedir mina de ouro canadense na Amazônia (Reuters) (em inglês)
http://www.reuters.com/article/2013/09/11/brazil-gold-belosun-idUSL2N0H61UN20130911

Documentos revelam: espiões canadenses se reúnem empresas de energia, (The Guardian) (em inglês)
http://www.theguardian.com/environment/2013/oct/09/canadian-spies-met-energy-firms-documents

Desmatamento na Amazônia sobe 28% em 2013 (Folha de S.Paulo)
http://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2013/11/1371434-desmatamento-na-amazonia-sobe-28-em-2013.shtml

Por: Michael Freitas Mohallen

Vereadora da base aliada de Marconi é condenada a 15 anos de prisão

Após ser acusada de compra de votos na eleição de 2012, a veradora Kátia Aparecida Azarias (PP) foi presa na manhã desta segunda-feira (25/11) na cidade de Rubiataba, a 223 quilômetros de Goiânia.

A prisão foi determinada pelo Juiz Eleitoral Alex Alves Lessa, da 76ª Zona Eleitoral, que também condenou a vereadora a 15 anos de prisão em regime fechado.

Nos autos constam que a vereadora doou a quantia de R$ 100,00 (cem reais) e fornecimento de 30 (trinta) litros de gasolina em troca do voto de uma eleitora, que tinha câncer.

Após uma denúncia, a Justiça Eleitoral convocou a eleitora para prestar depoimento. Durante o depoimento, ela confirmou que havia recebido uma quantia para votar na vereadora.


FONTE: MAIS GOIÁS

O Crime, o Poder e o Voto





O Crime, o Poder e o Voto


Por Caius Brandão


      Depois do Mensalão, o escândalo Cachoeira mais uma vez descortinou os bastidores da política partidária brasileira. Esta realidade desnudada é o que se tem em comum entre os dois lados do debate acerca do voto nulo, seja a favor ou contra. Mas nem sempre, realidades reveladas traduzem-se em realidades estudas e compreendidas. Entretanto, o fato continua existindo e produzindo seus efeitos, mesmo que alheio à percepção crítica dos envolvidos. Antes de nos digladiarmos em entorno do sim ou do não sobre o voto nulo, sugiro que voltemos nossas atenções ao problema que temos em comum: a falência da democracia representativa no Brasil. 


      O modelo teórico de democracia adotado pelo Estado brasileiro pressupõe a participação indireta dos cidadãos no poder civil, por meio da representação outorgada pelo voto aos políticos profissionais. Isso significa que delegamos aos partidos políticos o nosso poder de legislar, bem como, o de fiscalizar o Executivo. Esse modelo de poder civil pretende contemplar os anseios modernos de liberdade, o que significa construir um Estado que administre a coisa pública, enquanto os seus cidadãos possam cuidar de suas vidas privadas, sem interferências do governo. Assim, teoricamente, o cidadão brasileiro seria livre, porque pode cuidar de si e de sua família todos os dias de suas vidas, com exceção dos domingos de eleições, quando o mínimo de participação na administração da coisa pública é exigido pelo Estado. Ele o exige porque a legitimidade do poder delegado pelo povo aos políticos profissionais está fundamentada nesta participação mínima, isto é, no voto.


      Além da ‘participação’, podemos também buscar compreender este modelo pela via da ‘representação’ exercida pelos políticos profissionais. Na teoria, os partidos políticos deveriam representar as vontades e ideais de parcelas da população. As parcelas mais numerosas, quando garantidas por eleições livres e universais, devem governar e legislar por meio de seus representantes, ou seja, os políticos dos partidos mais votados. A representação é como uma procuração que o eleitor passa ao seu candidato, que terá o poder de fazer com que o Estado faça valer a sua vontade e os seus ideais voltados ao bem comum. Esse ‘contrato’ é materializado pelo voto. Sem o voto, não há contrato e sem o contrato não há representação. Logo, caso um político assuma o poder sem o consentimento da maioria, este poder será ilegítimo e não deve ser respeitado.



      Devemos, todavia, criticar esse modelo de democracia ao passarmos do plano teórico ao prático, porque a realidade nua e crua é a de que, na prática, conseguimos corromper o modelo teórico em seus alicerces com as crises de participação e representação. O cidadão brasileiro sabe que participa muito pouco do cuidado com o bem público e que os partidos políticos não representam as suas vontades e ideais. São os mais ricos, aquele 1% muito bem observado pelo Occupy Wall Street, em suas respectivas jurisdições, que determinam a vontade e os ideais dos chamados ‘representantes do povo’. O brasileiro reconhece esses dois fenômenos de crise, mas por não considerar sequer a possibilidade de um modelo de poder civil diferente deste único que conhece, ele se vê então aprisionado num círculo vicioso produzido pelas crises de participação e representação, que se retroalimentam e evoluem numa espiral cada vez mais ampla.



      A força de influência e domínio do capital na política partidária de todo o Brasil não é uma mais novidade para o povo. Em Goiás, onde a máfia alastra seus tentáculos entre os mais ricos e se apodera parcialmente do aparelho de Estado, o governador é investigado por indícios de ter se beneficiado pessoalmente do esquema mafioso. Inúmeros Secretários e auxiliares de primeiro escalão de governo são acusados de instalarem uma rede criminosa no governo para beneficiar contraventores de jogos ilegais e empresas interessadas em fraudar licitações. Também existem denúncias de que um esquadrão da morte teria sido implantado pela Polícia Militar, que seria responsável por homicídios e desaparecimentos. O cenário de fragilização das instituições democráticas é estarrecedor. A maior parte dos Goianos assiste inerte aos espetáculos de denúncias contra os seus agentes públicos.



      Ademais, a suposta rede montada pelo mafioso atingiu de cheio o Ministério Público de Goiás. O poder Judiciário goiano tem hoje um procurador processado judicialmente por suspeitas de pertencer à quadrilha do mafioso. Trata-se de um ex-senador da República, cassado pelo Congresso Nacional por seu suposto envolvimento no esquema, o qual se alastrou por todos os três poderes constituídos, inclusive o legislativo goiano. A atual inércia dos políticos goianos para investigar o Executivo estadual revela cumplicidade e má-fé. Vários deputados e vereadores de Goiás são conhecidos como aliados políticos do ‘empresário’ mafioso. Alguns deles ainda estão sendo investigados.



      A possibilidade de uma rede criminosa ter se instalado no aparelho do governo do Estado de Goiás, só existe porque o povo goiano não participa, ou participa muito pouco, da administração do bem público, mas também porque os seus ‘representantes’, mesmo que eleitos democraticamente, na verdade, nunca o representaram politicamente, quando teriam inúmeras vezes quebrado o contrato que fizeram com os cidadãos goianos para fazer negociatas com mafiosos.



      Mas o que fazer diante de uma crise em que o cidadão, já posto distante do poder de decidir e fiscalizar, não se interessa mais pela política e perdeu significativamente a confiança que tinha nos partidos que regem a política partidária no país?






segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Paulinho Graus, mais um inútil?


Vereador Paulinhos Graus PDT ,o senhor exclui do face quem lhe cobra mais ação junto a Prefeitura ... ,ai me faz um comercial pedindo licença para entrar em sua casa... dizendo ser humilde? Faça-me o favor ... e não tem licença para entrar na minha casa não e de humilde vc não tem nada ,alias esses vereadores tem e que tomar tento e cobrar desse prefeito .
Este representante do povo me exclui por que reivindiquei por diversas vezes ao Luciano Henrique de Castro que estava na COMURG na epoca e solucionava as reivindicações ai o tal Vereador citado tirou foto e disse que foi ele quem reivindicou desmenti na epoca ai ficou com vergonha (se tiver neh) e me deletou ,pensa tanto que axei ruim ,estava era poluindo minha pagina com suas fotos de papagaio de pirata .

Por: Jorge Neris

Movimento Fora Marconi Presta Solidariedade aos Grevistas da Polícia Civil

Por Caius Brandão

           Nesta segunda-feira, um grupo de ativistas do Movimento Fora Marconi prestou solidariedade aos agentes e escrivães grevistas da Polícia Civil de Goiás, que ocuparam a Assembléia Legislativa (ALEGO) para pressionar o governo a negociar com a categoria em greve há 70 dias. Com a faixa oficial do Fora Marconi estendida no plenário da 'casa do povo', os manifestantes fizeram depoimentos e leram o seguinte documento, do alto da tribuna da ALEGO:

"MOÇÃO DE APOIO AO MOVIMENTO GREVISTA DA POLÍCIA CIVIL

O Movimento Fora Marconi vem a público declarar apoio e solidariedade aos Agentes e Escrivães da Polícia Civil do Estado de Goiás, em greve há mais de 60 dias pela justa e legítima reivindicação de valorização profissional por parte do Governo do Estado.
Reconhecemos que os crescentes índices de crimes contra o patrimônio e de violência contra a pessoa humana são frutos do total e irresponsável descaso do Governo Marconi Perillo, do PSDB, com a Segurança Pública em nosso estado. A população assiste aterrorizada ao desmantelamento das instituições responsáveis pela sua proteção, e se sente enganada com as mentiras divulgas cotidianamente pelo Governo através da mídia. Além disso, os goianos se sentem traídos pelos políticos da base aliada do governo tucano, que sistematicamente acobertam os desmandos dessa administração com sucessivas ‘pizzas’ nesta Casa Legislativa. Tal foi o destino da CPI da Segurança Pública, assim como todas as outras que foram instaladas para investigar os crimes da administração estadual contra a população goiana.
Manifestamos também o nosso veemente repúdio à conduta ditatorial do Governo Marconi Perillo contra os policiais civis, os quais lutam pela valorização profissional por meio de um movimento legal e legítimo, em livre fruição de seus direitos constitucionais. No lugar de dialogar democraticamente com as instituições representativas da categoria, como o SINPOL e a UGOPOCI, o governo ameaça punir os policiais civis com exonerações e descontos nos salários, com base no decreto 7.964/2013, o qual foi considerado inconstitucional pela OAB-GO.
Não obstante o caos sem precedentes na história da Segurança Pública do Estado de Goiás, o Governador tucano gasta mais de R$200 Milhões com publicidades de sua administração, visando à reeleição em 2014, enquanto as crises se cristalizam no setor energético, na Saúde Pública (fraudada por diversos prefeitos do PSDB e de seus partidos aliados em todo o Estado), na Educação, no DETRAN, e em todos os serviços vitais à população.
Desta forma, exigimos que Governo do Estado retome imediatamente a negociação com os Agentes e Escrivães da Polícia Civil, garantido a eles os seus direitos e à população, a proteção que lhe é devida. 


Movimento Fora Marconi, 25 de novembro, de 2013"
 

A OAB, caolha, fecha os olhos para os que precisam

OAB pediu ao CNJ que se manifeste sobre a troca do Juiz da execução penal dos mensaleiros. O faz com a propriedade de defensora dos direitos dos oprimidos e "injustiçados". Só que não! Se a OAB estivesse tão preocupada com os direitos dos apenados Brasil a fora, não faltar-lhe-ia trabalho e ofícios a serem expedidos aos CNJs da vida. Milhares de presos estão encarcerados em cúbiculos, sem o mínimo de condições humanas. Texto de Sande Arruda, publicado na "Revista Jurídica" mostra o retrato das cadeias e presídios do Brasil. No Espírito Santo, diz o texto, "chegaram a ser usados containers para a acomodação de presos, tamanha é a superlotação". Onde tu estavas, vigilante OAB, que não viste isso? E tantos outros infelizes que permanecem presos, quando, na verdade, as penas já expiraram? Cadê tu, OAB atuante? Aos moribundos, desgraçados e pobres, vira as costas, mas insurge-se contra a nomeação de um Juiz de execução Penal. Tu és caolha, OAB!

Edson Automóveis e Welington Peixoto Pra Que Servem?

Essa é a pergunta dos eleitores que votaram nesses dois em 2012, até o momento nada de proveito saiu das mentes desses moços, o tempo de Welington Peixoto (PSB) fica dividido em pensar quem vai tentar prestar homenagem na Câmara e tirando fotografias para postar nas redes sociais.
Edson Automóveis (depois de várias derrotas e por conta do famigerado e injusto quociente eleitoral, voltou a casa depois de anos, lugar que não deveria nem passar na porta, o tempo dele é gasto com jogadores de futebol e com campeonatos de várzea onde presenteia os desocupados com jogos de  camisas e com carros de som para propagar o nome inútil do rapaz.

Quando será que esses dois senhores vão se dar conta que foram eleitos para trabalhar pelo povo e cuidar do povo e não de suas imagens e aposentadorias, eu vou ficar de olho nesses dois “controles remotos em horário político”, se for preciso volto quantas vezes precisar e vou cobrar e jogar na cara, aguardem!

Dados do Candidato a Vereador Welington Peixoto 40700

Resultado: ELEITO POR QP
Votação: 5.358 Votos

Dados do Candidato a Vereador Edson Automoveis 33600

Resultado: ELEITO POR MÉDIA
Votação: 2.733 Votos <<<<<<<< ISSO É VERGONHOSO)

Homicídios em Goiás: Nºs de Guerra

Surreal, absurda, inacreditável, inaceitável, uma verdadeira desgraça: assim pode ser definida a situação da violência em Goiás. Em apenas quatro dias 20(vinte) pessoas foram assassinadas em Goiânia e Aparecida de Goiânia. Um verdadeiro genocídio patrocinado pela omissão do Estado, aqui representado por Marconi Perillo. Um governo que se equilibra sustentado pela propaganda mentirosa e sofismática. Quem não se lembra de Glória Pires "vendendo" Goiás como um paraíso encravado no coração do Brasil? A realidade é outra, meus amigos! Enquanto a OMS considera aceitável a média de 10 homicídios/100 mil habitantes, Goiânia já atinge a tenebrosa marca de 45,83 homicídios por cada grupo de 100 mil habitantes. Eu teria vergonha de ser chamado de "Governador" de um estado onde as mortes violentas atingem números de zonas de guerra. E a Polícia Civil de Goiás completa 70 dias em greve. O crime domina Goiás porque o caos se instalou no Estado!